E EIS QUE, TENDO DEUS DESCANSADO NO SÉTIMO DIA, OS POETAS CONTINUARAM A OBRA DO CRIADOR.
(MÁRIO QUINTANA)

terça-feira, 7 de abril de 2009

POVO QUE LAVAS NO RIO




Se quiser, comece por ligar o vídeo, que está no final, e acompanhe Dulce Pontes

POVO QUE LAVAS NO RIO
Pedro Homem de Melo

Povo que lavas no rio
Que talhas com teu machado
As tábuas do meu caixão
Há-de haver quem te defenda
Quem compre o teu chão sagrado
Mas a tua vida não.

Fui ter à mesa redonda
Beber em malga que esconda
Um beijo de mão em mão.
Era o vinho que me deste
Água pura, fruto agreste
Mas a tua vida não.

Aromas de urze e de lama
Dormi com eles na cama
Tive a mesma condição.
Povo, povo, eu te pertenço
Deste-me alturas de incenso,
Mas a tua vida não.

Povo que lavas no rio
Que talhas com teu machado
As tábuas do meu caixão
Há-de haver quem te defenda
Quem compre o teu chão sagrado
Mas a tua vida não.


Pedro Homem de Melo


Porto, 6 de Setembro de 1904 — Porto, 5 de Março de 1984

Pedro Homem de Melo foi um dos colaboradores do movimento da revista Presença. Apesar de gabada por numerosos críticos, a sua vastíssima obra poética, eivada de um lirismo puro e pagão (claramente influenciada por António Botto e Federico García Lorca), está injustamente votada ao esquecimento. Entre os seus poemas mais famosos destacam-se: PRECE…MAS QUE EU MORRA EM PORTUGAL, Havemos de ir a Viana, O rapaz da camisola verde, e Povo que lavas no rio.


Dulce Pontes - Povo Que Lavas no Rio

15 comentários:

Giselle disse...

Má,
que coisa lindaaaaaaa, meu Deus !!!!
Menina de Deus, adorei, como é lindo, rs....
Má, fiquei feliz a beça em ver os presentinhos que eu presenteei vcs com tanto carinho.
Súper obrigada pela amizade de vcs, e peloc arinho, vc sabe que é recíproco, né?
Um beijo enorme para vcs e tenham um lindo dia

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, grande post...Espectacular....
Beijos

Paula Raposo disse...

Um belíssimo post! Excelente. Muitos beijos.

Maria João disse...

Querida amiga...

Mais um poema lindíssimo de Pedro Homem de Melo que ganhou ainda mais brilho, força e profundidade nas vozes dessas duas grandes Senhoras: Amália Rodrigues e Dulce Pontes!

Sei o poema de cor! Um poema forte, escrito na essência do povo português revelando tanto das suas raízes, forças e fraquezas!

Tinhas razão, adorei..
entendo até porque imaginavas que assim seria... com a tua sensibilidade não é díficil conheceres-me um pouco pelo que vou escrevendo.

Um beijinho grande

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Obrigado por esta musiquinha tão bonita!

Desejo-lhe boa Páscoa.

Ana Martins disse...

Querida amiga,
sempre adorei ouvir esta canção, um poema fantástico cantado por duas grandes vozes portuguesas.
A nossa queridíssima Amália Rodrigues já não está entre nós, mas a sua voz permanecerá viva para sempre.
Quanto a Dulce Pontes é também uma das nossas cantoras que muito aprecio.

Parabéns!

Beijinhos e uma Páscoa Feliz para ti e todos os teus,
Ana Martins

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Nesta Páscoa que você seja convidado
Pelo nosso mestre...
A confraternização
Para que começamos a sentir
a presença dele em nosso irmão...
Para a busca da paz,
Da união.
Olhar para o lado dar um sorriso...
Um aperto de mão.
Que Jesus nos encaminhe
para um novo amanhecer...
Buscando no irmão o seu valor...
Que a Páscoa! Não seja só um dia,
Que seja todos os dias do ano...
De busca, pelo o amor...
O reconciliar...
A confraternização...
A harmonia...
Que o coelho não traga só ovinhos de chocolates...
Que ele traga em sua cesta...
O AMOR E A PAZ.

(Ducarmo de Assis)

Boa Páscoa para você e toda sua família

SAM disse...

Perfeito! Melhor estraga, Mariazita!!!! Beleza de post. Amei, amiga.



Feliz Páscoa! Beijos!



* Ando acamada....Por isso um pouco ausente.

Daniel Costa disse...

Mariazita

O poema desse grande cultor do género da literatura poética, cada vez se nota mais a profundidade.
Dulce Pontes, não fará esquecer Amália Rodrigues, mas também o interpreta muito bem em fado.
Beijinhos,
Daniel

Desnuda disse...

_***
__**_**
_**___**
_**___**_________****
_**___**_______**___****
_**__**_______*___**___**
__**__*______*__**__***__**
___**__*____*__**_____**__*
____**_**__**_**________**
____**___**__**
___*__________*
__*____________*
_*____0___0____*
_*___/__@___\___*
_*___\__/*\__/___*
___*____W_____*
_____**_____**
_______*****


Feliz Páscoa, querida! Beijos

Filipa disse...

Mariazita Querida,

Lindo poema de Pedro Homem de Melo!
A voz de Dulce Pontes deu-lhe ainda mais encanto.
Obrigado pelo belo momento que nos proporcionaste.
Beijinho Grande
Canduxa

Canduxa disse...

Oh,...tantos a utilizaremj o computador que não deu para reparar que estava no nome da Filipa.....rsrsrs.
Mais beijinhos da
canduxa

Fenix disse...

Gosto muito. Do poema e da música!

Venho desejar uma Boa Páscoa.
Cheia de saúde, amor e sorrisos.
Beijinhos
São

Trago uma pequena lembrança...
<img src="http://docs.google.com/File?id=dc6xjkpj_62529bpsvxhp_b">

irineu xavier cotrim disse...

a música é libertadora, liberta solidãoe abre no corpo as frestas por onde a alma pode sair num clamor orgiástico

Oliver Pickwick disse...

E este povo, ao que parece, espera paciente até os dias de hoje por aqueles que o defenderão, ou, pelo menos, que não os façam as suas vidas ainda mais sofridas. Lindo poema!
Um beijo!