E EIS QUE, TENDO DEUS DESCANSADO NO SÉTIMO DIA, OS POETAS CONTINUARAM A OBRA DO CRIADOR.
(MÁRIO QUINTANA)

sábado, 28 de março de 2009

O MEU PECADO


O MEU PECADO


Eu cometi um pecado,

Que não posso revelar.

Por ti ter-me apaixonado

A ninguém posso contar.


A ninguém posso contar.

É um segredo só meu

Que passará a ser teu

Depois q’eu to revelar.


Depois q’eu to revelar

Tu não contas a ninguém?

É que te quero, meu bem,

Mesmo sem poder te amar.


Mas por não poder te amar

Pareço estar no degredo.

Eu vou amar-te em segredo

Sem de ti nada esperar.


Nesta forma de encantar

Maispa

Luz


17/02/09

16 comentários:

Giselle disse...

Má,
pode ter certeza que comigo seu segredo estaria guardado a sete chaves, rs...
Nada como um belo segredo, né?
Eu sou uma mulher que não tenho segredos nenhum, rs... minha vida é um livro aberto ...
Beijos querida Má, tenha um fim de semana maravilhoso

Paula Raposo disse...

E assim acontece...segredos que não se podem revelar! Só mesmo ao interessado...muitos beijos.

mundo azul disse...

________________________________

...bonito! Só serão segredos, enquanto não forem revelados...


Beijos de luz e o meu carinho!!!

___________________________________

José Manuel Brazão disse...

Eu próprio já passei pela situação descrita no poema. Um amor em silêncio. Há bem pouco tempo!
Coisas da Vida e um belo poema

Beijo com carinho

águia_livre disse...

Eu também amo em silêncio

Quando grito é um problema !!!, lol.

Beijinho.
AL.

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pelo Pombo Correio amiga.

Uma semana de muita luz pra vc.

beijooo.

Ana Martins disse...

Normalmente os pecados costumam ser feios, mas este fala do segredo que é o seu grande amor... Muito bonito!

Beijinhos,
Ana Martins

JADY*ALVES disse...

Fazendo da poesia confidente e amiga.Conte também comigo.

Querida Líria,
Recado dado pela Mariazita e recebido com carinho amiga.
Divirta-se bastante mesmo,
Feliz retorno.
Carinhos da Jady

Vieira Calado disse...

Pecados de amor...
não são pecados.

São dádivas!

Bjs

Daniel Costa disse...

Mariazita

Bem escrito por Maispa Luz!...
Um pecado, que enquanto não é revelado, tem mesmo configuração de um pecado: não é doce, também não será amargo.
Beijinhos,
Daniel

Fernando Santos (Chana) disse...

Belas palavras de amor...Espectacular....
Beijos

Fenix disse...

Fantástico!
Adorei!!!
Quantas vezes tive vontade de escrever assim...
Mesmo, mesmo lindo!

Beijinhos
São

xistosa - (josé torres) disse...

Talvez este amor seja um pecado por não se ter consumado.
Amar é ensinar ao outro o que é amar, em segredo, ou degredo, temos que soltar as amarras.
Amar nunca é segredo, é uma concupiscência de dois ...

manzas disse...

O sol rasga os panos do horizonte
Em pacífico brilho de sua magnitude…
Cadenciado ondular que em mar bronze,
Excelsa beleza no marulhar da virtude!

A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
Firmada num profundo e desigual chão azul …
Cristalizadas águas reflectem o planar,
Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

Gostava que comigo
Desse asas á sua imaginação,
No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

Um bom fim-de-semana,
Com muita inspiração
E na mente… um sorriso!

O eterno abraço…

-MANZAS-

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Esses nossos segredos, fazem parte de uma vida à parte de cada um de nós...

Lindo!

=]

Maravilhosa sexta.

Rebeca

-

O Profeta disse...

As madrugadas na Ilha
São feitas de morna calmaria
A brisa dança no silêncio
Os pássaros dormem em harmonia

Uma valsa de bonança
O rodopio das águas de um ribeiro
As hortênsias pintam a terra de azul
Um sino solta o seu tocar primeiro



Boa Páscoa


Mágico beijo