E EIS QUE, TENDO DEUS DESCANSADO NO SÉTIMO DIA, OS POETAS CONTINUARAM A OBRA DO CRIADOR.
(MÁRIO QUINTANA)

sábado, 8 de maio de 2010

DIA DAS MÃES NO BRASIL

No segundo Domingo de Maio, que neste ano de 2010 calha no dia 9, comemora-se no Brasil o “Dia das Mães”.
A minha homenagem às Mães brasileiras é prestada com a publicação dum poema dum prestigiado poeta brasileiro, o meu grande amigo Humberto-Poeta.

MÃE!

Humberto Rodrigues Neto

Tu foste, mãe, na treva a claridade,
na dor meu riso e na tormenta o norte,
a doce companheira e a consorte
das minhas horas de infelicidade!

Que anjo não foste, toda vez que a sorte
não me sorriu! E com que imensidade
de amor, desvelo e angelical bondade

tu me ensinaste a ser paciente e forte!

E hoje a alegria anda a sorrir nos ares...
é o “Dia das Mães” numa porção de lares

e eu vou fingindo que inda o comemoro!

Mas teu espírito, a me amar afeito,
vem doer tão docemente no meu peito,

que eu cerro os olhos... pendo a fronte... e choro!


.....00O00.....

Humberto-Poeta


.....00O00.....

Como um singelo tributo a todas as minhas amigas - Avós, Mães, Filhas e Netas… - independentemente da sua nacionalidade, ofereço este selinho comemorativo do Dia das Mães, que só agora consegui completar.
Com ele vai todo o meu carinho.

41 comentários:

Chica disse...

Linda homenagem,Mariazita! Lindo poema e o selinho ficou muito legal! Já ocoloquei no

http://lugarescoloridos.blogspot.com/

um beijo,obrigado,chica

Desnuda disse...

Mariazita,

majestosa homenagem! O seu carinho tem a realeza do amor universal e o poema de Humberto é magistral. Obrigada, querida amiga.

* Mariazita sou mesmo uma amiga solidária. Esta semana quem teve crise de rinite alérgica foi eu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Primeiro a inconveniência dos espirros, depois a sonolência dos antialérgicos. Barrrrrrrrrrrrrbaridadeeeeeeeee! Hahahaahaha

Beijão e um amoroso abraço.

* Obrigada pelo selinho, amiga!

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo, Mariazita! Muito obrigada por lembrar-se sempre de nós. O poema, terno; o seu Amor infinito, e.terno.
Hoje, não lhe trouxe poemas. Trouxe-lhe o meu desejo de melhoras, flores, carinhos, amores, beijinhossssssss do tamanho de um bonde.
Renata
PS: A Galeria foi mudada, e o selinho tbém. Quando der um pulo lá, pode pegá-lo, bem como os demais.

Zé Carlos disse...

Olá Mariazita, maravilhosa homenagem às mães do Brasil.

Vc é sempre uma pessoa muito querida por todos nós brasileiros.

Beijão do Zé Carlos

Tite disse...

O meu Dia da Mãe já foi.
Foi melhor do que seria se tivesse ocorrido esta semana em que o filho mais distante (a viver em Moçambique) se encontra doente.
Maldita malária que por aquelas paragens não deixa de atormentar mesmo os mais prevenidos.

Espero, contudo que as nossas queridas amigas Mães Brasileiras celebrem este dia na companhia dos seus filhotes ou mesmo que distantes que saibam que todos se encontram bem.

Abreijos

direitinho disse...

Olá Mariasita
A tua escolha do poema é muito bonita.
Junto-me aos teus votos a todas as mães do mundo.
Deus as guie e as guarde.
Aquela foto com o bebé no meio das mãos me comove bastante.
Todos os pais tiveram os filhos nas suas mãos e eu estive assim nas mãos dos meus.
Louvado seja Deus por tanta ternura.

Pena disse...

Estimada Amiga:
Um poema sublime saído de um coração gigante.
Efectuado com um carinho e amor indescritíveis de pureza e beleza.
"...E hoje a alegria anda a sorrir nos ares...
é o “Dia das Mães” numa porção de lares
e eu vou fingindo que inda o comemoro!

Mas teu espírito, a me amar afeito,
vem doer tão docemente no meu peito,
que eu cerro os olhos... pendo a fronte... e choro!..."

Extraordinário. Encanta, sabe?
Adorei.
Bem-Haja, pela amizade sincera.
Abraço amigo de respeito e estima elevados.
Sempre a admirá-la.

pena

Valquíria Calado disse...

Amiga agradeço teu carinho, pra você também o carinho e a homenagem, eu tinha esquecido das diferentes datas, mas te abraço com amor de mãe, e beijo de filha, com afago de flores em teu coração. Obrigada

Tétis disse...

Amiga Mariazita

Bela e comovente esta homenagem que, neste post, fazes às "Mães do Brasil" mas, ao mesmo tempo, a todas as "Mães do Mundo".

O poema que escolheste é maravilhoso. Humberto é, na realidade, um poeta duma sensibilidade e duma ternura a toda a prova.

O selinho com que nos brindas e que levarei para o Farol, também, vê-se e sente-se, foi feito com todo o teu carinho e amor que tens dentro do teu coração.

Obrigada.

Beijinhos

Daniel Costa disse...

Mariazita

A maternidade é um dom sublime que foi proporcionado à mulher mãe. O DIA chegar cá, com oito dias de antecedência do Brasil, dá-nos a chance de o viver mais dias, já que não podemos deixar de sentir carinho pela mãe brasileria que em maior número está connosco na aventurta bloguista.
O poema do teu amigo Humberto-Poeta é uma prova de sintonia e carinho da mãe que és, pelas amigas irmãs do Brasil.
Beijos
Daniel

Fernanda disse...

Minha querida amiga Mariaziata,

Muito bonita a homenagem às mães brasileiras... e e todas afinal.

O poema não podia ter sido melhor escolhido.
Parabéns.

Levo o presente para o meu Prémios e selos.
Obrigada amiga.

Beijinhos e as melhoras.

Sandra disse...

Uma linda e bela homenagem amiga.
Voltarei para levar seu lindo presente oferecido.
Agora venho ofertar..
MEUS MIMOS http://sandraandrade7.blogspot.com/
TEM CARINHO PARA TODAS AS MÃES...
TEM NA INTERAÇÃO DE AMIGOS UM
http://sandrarandrade.7blogspot.com PRESENTE PARA VC.
FELIZ DIA DAS MÃES.
CARINHOSAMENTE.
SANDRA

DESCULPE MINHA AUSENCIA.MAS NÃO FOI POSSIVEL VIR ANTES. ESTAVA TAMBÉM COM SAUDADES DE VC.
TENHO QUE DIVIDIR MEU TEMPO EM MIL.
MAS OS AMIGOS MORAM DENTRO DO MEU CORAÇÃO E PENSAMENTO. POR ISSO JAMAIS SERAM ESQUECIDOS. PASSE O TEMPO, PASSA AS HORAS. MAS VC ESTARÁ COMIGO..MINHAS LEMBRANÇAS SEMPRE ME REPORTAM ATÉ VC. OS HORIZONTES SÃO GRANDES, MAS O AMOR ENCURTA ESTA DISTANCIA.
UM GRANDE ABRAÇO.
SANDRA

Sandra disse...

está tudo muito lindo por aqui. PARABÉNS PELO DIA DAS MÃES.
UM GRANDE ABRAÇO, AMIGA
SANDRA

Fernanda disse...

Querida Mariaziata.

Queria levra o meu selo, e nada!

Faça o favor de mo enviar, já que não permite a cópia.

Ainda me há-de ensinar como se faz isso.
Acho muito bem que não nos levem as coisas sem autorização.

Beijinhos

Sonia Schmorantz disse...

Linda esta homenagem, muito obrigado. Que seja também um domingo muito feliz para ti.
beijos

Filipa disse...

Querida Mariazita,

Belo poema para comemorar o dia das mães Brasileiras.

Levo o selinho, que agradeço, e deixo o meu carinho.

beij0cas da manita

lis disse...

Obrigada Mariazita pelo carinho .
Todas as mainhas merecem , o Brasil agradece.
Estou torcendo pra completa recuperação.
abraços , bom domingo

FOTOS-SUSY disse...

OLA MARIAZITA, LINDO POEMA...BELA HOMENAGEM A TODAS AS MAES...FELIZ DIA DA MAE PARA SI TAMBEM...OBRIGADA PELA VISITA!!!
BEIJOS DE AMIZADE,


SUSY

JADY*ALVES disse...

Maria, Mariazita Amiguita,
Que eu Amo do fundo do meu coração!
Grata pelo duplo presente as Mães. Me sinto privilegiada com este belo poema dedicado neste dia pelo talentoso e inspiradissimo poeta Humberto Poeta!
Grata pelo selinho carinhosamente dedicado a este dia mais que Especial.
Grata Poeta Humberto!
Tua sensibilidade muito me emociona.
Amiguita linda!
És Mãe e a tí dedico este dia.
Parabéns a tí querida.
Beijos e Carinhos da Jady

Anakoelho disse...

Lindo poema a homenagem...,adorei.
Parabéns!
Obrigada pelo selinho vou postá-lo em meu blog,mto bonito.
UM FELIZ DIA DAS MÃES...

Mãe...
Se os filhos estão bem alimentados,
É ela que se sente satisfeita.
Se estão risonhos e felizes,
É ela que se pega sorrindo também.
Se estão de roupinha nova,
É ela que se sente bonita.

Se eles vão bem na escola,
Parece que o aproveitamento escolar é dela.

Se arranjam novos amigos,
É ela que se sente popular e querida.

Se viajam para novos lugares,
É ela que curte o passeio, mesmo ficando em casa.

A cada meta que atingem ou troféu que ganham,
É ela que curte a sensação de vitória.

Passa a gostar de rock,
Mesmo que antes não pudesse nem ouvir.

Passa a olhar com simpatia,
Os ídolos e os amores de seus filhos.

Passa a adorar cachorros,
Mesmo que antes só gostasse de gatos.

Desnecessário dizer o que ela sente,
Quando alguma coisa dá errado, porque, por tabela,
Ela sentirá em dose tripla,
Cada tombo, Cada perda, Cada rejeição, Cada fracasso, Cada desapontamento.

Tudo isto são...coisas de mãe !

Site:declaracaodeamor

Cris Tarcia disse...

Lindo poema, e obrigada pelo mimo, adorei

Beijos e um feliz dias das mães

Sonhadora disse...

Minha querida Mariazita
Maravilhosa homenagem, lindo poema e o selinho também.
Vou levar e postar com carinho.

Beijinhos
Sonhadora

Luis disse...

Querida Amiga Mariazita,
Linda homenagem à Mãe Brasileira. Este poema é igualmente uma óptima escolha para a homenagem pela sua qualidade e sensibilidade.
O seu selinho está uma "tara"...
Beijinhos amigos e um bom fds.

com senso disse...

Amiga Mariazita

Um poema cheio de significado para homegear um dos afectos mais ternos e inquebráveis que existem na vida de qualquer ser humano.
Sendo hoje o Dia das Mães no Brasil eu aproveito também para desejar a todos os meus amigos do Pais Irmão um Feliz dia das Mães.
Um beijinho com muita amizade

São disse...

Uma homenagem muito bonita e com uma criança tão linda...

Que as bençãos cubram quem ama as suas crianças e as cuida.

Bem hajas, nena!

Fernando Santos (Chana) disse...

Linda homenagem a todas as Mães...belo poema...Espectacular....
Beijos

Manuel Luis disse...

Grandes palavras para um dia tão pequeno. Abraço as Mães do Brasil,do mundo,de Angola, de Portugal. Beijo a minha Mãe e outro para ti.

Lilá(s) disse...

Linda a homenagem e desta vez levo o selo certo...o azulito do lado direito já foi...
Bjs

Chica disse...

Volto aqui!Que bom que já estás melhor e meu dia está sendo bem legal! Acabei de voltar do encontro com minha mãe e daqui a pouco, chegam os filhos e netos.Estou terminando os preparaticvos ,mas vim dar u,ma espiadinha.rsrs beijos,chica

In Cucina disse...

Querida amiga portuguesa,

como mãe brasileira agradeço sua bela homenagem! Muito linda!

Beijos brasileiros, Teresa

Cida disse...

Muito lindo o poema, e seu blog também.

Gostei muito, e voltarei outras vezes... me aguarde!

Um abraço, e que Deus te abençoe.

Cid@

Ana Martins disse...

Boa noite Mariazita,
linda homenagem a todas as Mães Brasileiras, o poema é deliciosamente lindo.

Tentei levar o selo para colocar na sidebar tal como a Mariazita me tinha dito, mas não é permitido.

Beijinhos,
Ana Martins

Irene Moreira disse...

Muito linda esta homenagem que fizestes as mães e lindo também o selinho quen já estou levando.
Ele vai ficar no sidebar da M@myrene antes de ir para a Casa dos Presentes.
Obrigado pelo carinho
Beijos

Fernanda disse...

Querida Mariazita,

Vim buscar o link do seu Blog para postar o selinho lindo.
Só hoje e agora.

Tinha tantos planos para o dia de hoje e saíram todos gorados...
Só para se rir comigo, porque mais vale rir que chorar (cliché, mas verdade).

Sabia que em princípio não tinha a minha aula de expressão corporal, por falta de ginásio, já na sexta feira passada fomos caminhar pela mesma razão.
A razão prende-se com a visita de um grupo francês que vai precisar da sala para "x" eventos.
Moral da história, não confirmei com ninguém ontem e hoje quando entrei em contacto com a secretaria da Unisénior para dizer que não iria dar a aula de Inglês a seguir, foi-me dito que não havia problema porque pela mesma razão faltariam muitos do alunos, os que costumam ter como eu aula no dito ginásio.

Pouco antes do meio dia telefonou-me a Maria José Areal, a poetisa e amiga, que também é casada com o primo do meu primo Mário, que por sua vez é casado com a minha prima Fernanda :)))))
a dizer-me que afinal houve aula, porque por causa da chuva tinha havido mudança no programa dos franceses.
Manhã para o tecto.

Para as 17 horas, tinha o Clube de leitura, novamente com a Maria José,
Como estava "Tchotcha" como se diz por aqui, fui fazer uma sesta, sem sol claro, costume passar pelas brasas no cadeirão ao sol by the pool...adormeci e acordei agora.
Que tal????!!!!

O José (marido)diz que nem sabia que eu estava em casa, o escritório dele é no andar de cima, por isso não me acordou.

Moral da história, sem sol a Ná não funciona!!!!

Beijinhos
Ná ^_^

Mariana disse...

Mariazita, que linda a homenagem.
Que grande poeta, bela escolha.
Muito obrigada.
Desejo que Deus ilumine-te e que tu sejas sempre feliz com os teus.

Multiolhares disse...

Muito bonito o poema e a tua homenagem aos nossos irmãos brasileiros,beijinhos a todas as mães todos os dias do ano
beijinhos para ti

Vieira Calado disse...

E foi bem feito!

Beijinho, amiga!

Valdecy Alves disse...

Amigos poetas blogueiros, parabéns por utilizarem a internet como forma de dividir com o mundo o seu pensar, o seu compreender, desempenhando a missão do poeta que é se afirmar como ser humano, sobretudo perante si mesmo, captar os arquétipos coletivos de sua época e princípios universais, permitindo após compreender-se ou não compreender-se, que pela sua obra os da sua época tenham referência alternativa para fazer a leitura do mundo e as gerações posteriores entenderem a própria história da humanidade. Tudo temperado pelo sonho, pela sensibilidade e pela utopia. PASSOU A ÉPOCA DE ESCREVERMOS E GUARDAR NA GAVETA NOSSAS CRIAÇÕES DEPOIS DOS MAIS PRÓXIMOS FINGIREM TER LIDO PARA NOS AGRADAR. Através do meu blog quero aprensentar-lhes a video-poesia, que usa várias linguagens de uma só feita, a serviço do texto. Se gostar divulgue e compartilhe com os seus contatos. Acessar em:

www.valdecyalves.blogspot.com

Lilá(s) disse...

Estava com problemas técnicos e não consegui tirar o selo, mas já ultrapassei o problema e já vai comigo...obrigada
Bjs

Maluco do Pão disse...

Vim ver se achava algo novo... Como não achei... deixo apenas beijos...

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

LEIA ESTA COMMENT, PLEASE!
Bom Dia, querida! Estás adoentada? Problemas de visão. Deixei este comentário no dia 08 de maio.
Vou passar na Mariquinhas e depois vou à doctor porque tive uma recaída.
Beijos e obrigada pela visita.
Renata

*Lindo, Mariazita! Muito obrigada por lembrar-se sempre de nós. O poema, terno; o seu Amor infinito, e.terno.
Hoje, não lhe trouxe poemas. Trouxe-lhe o meu desejo de melhoras, flores, carinhos, amores, beijinhossssssss do tamanho de um bonde.
Renata
PS: A Galeria foi mudada, e o selinho tbém. Quando der um pulo lá, pode pegá-lo, bem como os demais.

8 de Maio de 2010 11:18*