E EIS QUE, TENDO DEUS DESCANSADO NO SÉTIMO DIA, OS POETAS CONTINUARAM A OBRA DO CRIADOR.
(MÁRIO QUINTANA)

domingo, 12 de abril de 2009

RESSURREIÇÃO




RESSURREIÇÃO

JOÃO VIDEIRA SANTOS

trago no peito as chagas da tua dor,
os espinhos da cruz
onde a palavra gemeu na apatia do homem…

trago na ressurreição da fé a força e a coragem de,
nos olhos da esperança,
pedir perdão e acreditar
que todos somos irmãos,
mesmo que a resignação de alguns
não seja a de todos…

trago em mim a confiança,
o querer, a vontade,
para que, no melhor de nós,
ressuscite o homem que,
na semelhança de si,
construa um mundo melhor,
mais solidário,
mais fraterno,
mais igual.

Por gentileza do autor:

JOÃO VIDEIRA SANTOS

15 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Feliz Páscoa
Cadinho RoCo

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Mesmo sendo época de coelhinho, meu computador esta mais para tartaruga, por isso só estou passando para desejar uma linda semana com muito amor e carinho.
Um grande abraço
Eduardo Poisl

Sei que existes disse...

Magnifico poema!
Beijo grande

Paula Raposo disse...

Gosto da poesia do João. Beijos.

Vieira Calado disse...

A saudável esperança traz-nos este poema delicado e amável.

Beijinhos

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, belo poema de Esperança...Espectacular....
Beijos

Desnuda disse...

Amiga, sou fã confessa dos poemas de João Videira Santos. Belíssima partilha, Mariazita!


Beijo!

Maria João disse...

Mariazita

Adorei o poema e principalmente a mensagem de esperança e fraternidade nele contida.
Estamos todos a precisar de construir um mundo diferente e melhor...
João Videira Santos é outro dos poetas a conhece!

Um beijinho

Daniel Costa disse...

Mariazita

O mundo andará, dizer louco não será muito, melhor treslocado, mas como disse o poeta João Videira Santos: "É preciso acreditar". Há a necessidade premente de acreditar!
Beijinhos,
Daniel

João Videira Santos disse...

Quero agradecer, sentidamente o facto de ter ddo voz às minhas palavras.

Muito obrigado, pela gentileza.

In Cucina disse...

Mariazita que lindo poema!!!
Parabéns por mais uma linda escolha!
Beijos brasileiros, Teresa

Pena disse...

Genial Amigo:
Eu trago a certeza do seu poder criativo, fabuloso e imenso. "Imenso", sabe?
Um poema que narra o sofrimento do bom Homem, que era Jesus com uma magia linda e fascinante de pureza e extraordinária beleza. Encanto.
Perfeito versejar doce numa pessoa fabulosa incrível de genialidade e brilhantismo.
Bem-Haja, amigo extraordinário.
Para si, Mariazita, que deu vida a esta maravilha todo o meu apreço. Tem bom gosto.
Abraço, talentoso amigo e beijinhos, simpátia amiga.
Com cordialidade, respeito e admiração pelos dois...

pena

Oliver Pickwick disse...

Independente da religião, esta é um verdadeiro canto de amor ao próximo, a condição mais essencial para o mundo melhor que todos nós sonhamos.
Um beijo!

O Profeta disse...

Mas um beijo às vezes
Faz parar o tempo em seu desvario
Arranca mil sentires à alma
Voa no celeste preso em terno fio

Liberta esta lava incandescente
Transbordante em teu peito palpitante
Dá-te as asas de um pássaro azul
Transforma o eterno em sublime instante



Bom domingo


Doce beijo

JADY*ALVES disse...

Uma mensagem significativa num gradioso poema.

Parabéns ao poeta e parabéns pelo bom gosto da minha amiga Mariazita em publicá-lo.

O blog está lindo!

Abraços e carinhos da Jady