E EIS QUE, TENDO DEUS DESCANSADO NO SÉTIMO DIA, OS POETAS CONTINUARAM A OBRA DO CRIADOR.
(MÁRIO QUINTANA)

sábado, 21 de março de 2009

DIA DA POESIA EM PORTUGAL

No passado dia 14 celebrou-se no Brasil o Dia da Poesia, que aqui homenageamos no dia 15, com um belo poema de Carmo Vasconcelos.

Hoje, dia 21 de Março, comemora-se o Dia da Poesia em Portugal.

Como disse no post anterior, o Dia Mundial da Poesia foi instituído pela UNESCO com o objectivo de defender a diversidade linguística.

Hoje trago-vos um poema do grande poeta brasileiro Luiz-Poeta ,que homenageia a língua portuguesa e os escritores portugueses.



LUSOFONIA

Luiz Poeta

Na atualidade, a Língua Portuguesa,
Mais que a ousadia dos desbravadores,
Exprime e ostenta, em sua natureza,
A sublimidade dos seus escritores.

Brasileiro-lusa, Luso-brasileira,
A voz portuguesa é uma só nação,
Cujo som ecoa pela Terra inteira,
Como o batimento de um só coração.

Há, nessa fusão, bem mais que um idioma;
Um fundir de almas que emociona
Quem lê ou escuta essa nossa voz...

E é a emoção da alma lusitana
Que faz do Brasil, a pátria americana,
Da lusofonia viva em todos nós.


Luiz Poeta




Luiz Gilberto de Barros, artisticamente conhecido como Luiz Poeta, é intérprete, violonista, guitarrista, poeta, compositor, artista plástico e professor de Língua Portuguesa, Literatura e Produção de Textos, leccionando actualmente no Município do Rio de Janeiro, onde reside.

A sua obra artística é eclética e engloba mais de 10.000 trabalhos (músicas, poesias, ensaios, contos, novelas e crónicas).

É Director Cultural da Associação Cultural Encontros Musicais, sendo responsável directo pela sua criação, produção e correcção de textos.

11 comentários:

Fenix disse...

Bom dia!
Trago aqui um presente e há lá mais à tua espera, no meu espaço.

<img src='http://i509.photobucket.com/albums/s332/kirecado/mensagens/bom-dia/2.gif'>

Beijinhos e bom fim de semana
São

Depois volto para ler

Paula Raposo disse...

Obrigada pela partilha!! Muitos beijos.

xistosa - (josé torres) disse...

Muitíssimo bem escolhido.
Não tenho veleidades e muitos nomes nem sei quem são ou foram.
Deixo-lhe o:

Portugalindio (será?, não me soa muito bem ...?

Navego-te, sou um menino,
Oh, ilustre Portugal,
Nos sonhos que descortino,
Rumando ao teu litoral.

Se não disponho de nau,
Eu apenas silencio,
Escolho o verso ideal
E pronto: tenho um navio !

E aporto logo em teu Tejo,
Beijo os versos de Pessoa
E tantos outros que vejo:
Florbela, Régio... a alma voa ...

Bocage, Camões... Sá Carneiro
Tantos míticos poetas...
E faço-me prisioneiro
De tua história inquieta...

Vislumbro tua Lisboa,
Teu Porto, tua Marinha...
A tua gente tão boa...
Teus castelos, tuas vinhas

E nesse ato de amar-te,
Buscar-te e um dia ver-te
Contento-me em sonhar-te,
Que estranho... sem conhecer-te.

Abro meus olhos felizes,
E esse amor repentino
Se abre em vários matizes
Tenho os sonhos de um menino...

Mergulho num tempo antigo
E o meu avô português
De olhos azuis, ri comigo
E diz: - Sabes quem te fez ?

...Uma índia brasileira,
Que um dia arremessou
Uma flechada certeira
No peito do teu avô !

Um bom domingo.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Recomeçar é renascer para a vida
Reconstruir é reparar os danos
Siga em frente sem olhar p'ra trás
Não te censures, pois somos Humanos!
(Pequenina)
Te desejo um domingo com muito amor e carinho
Abraços do amigo Eduardo Poisl

Daniel Costa disse...

Mariazita

Amando a poesia, ainda não encarei de frente os dias de poesia, tanto o celebrado ontem cá, como o de 15 do Brasil. Ambos unidos por um linguajar comum.
De modo que foi bem adequado o poema de Luis Poeta, que não conhecia.
Gostei que tivesses feito uma apresentação, para um ligeiro conhecimento da personalidade.
Beijinhos,
Daniel

Carlos Rebola disse...

Mariazita

Este poema de Luiz Poeta é uma bela homenagem à língua portuguesa e à sua universalidade.

A poesia dá asas a qualquer língua e foi bem escolhida para a homenagear e defender a sua diversidade.

Beijos
Carlos Rebola

mundo azul disse...

______________________________

Lindo poema!


Estou levando minha orquídea...Obrigada, querida amiga!
Ela é linda...


Beijos no coração e uma semana feliz!

_________________________________

In Cucina disse...

"A leitura torna o homem completo; a conversação torna-o ágil e o escrever dá-lhe precisão"
Sir Francis Bacon

Parabéns, Mariazita por mais esse lindo poema português!

Beijos brasileiros, Teresa

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Selo pra você no blog, espero que goste.

=]

-

Ana Martins disse...

Amiga Mariazita,
bonita forma de assinalar o dia da Poesia em Portugal.

Beijinhos,
Ana Martins

Valdecy Alves disse...

Amigos poetas blogueiros, parabéns por utilizarem a internet como forma de dividir com o mundo o seu pensar, o seu compreender, desempenhando a missão do poeta que é se afirmar como ser humano, sobretudo perante si mesmo, captar os arquétipos coletivos de sua época e princípios universais, permitindo após compreender-se ou não compreender-se, que pela sua obra os da sua época tenham referência alternativa para fazer a leitura do mundo e as gerações posteriores entenderem a própria história da humanidade. Tudo temperado pelo sonho, pela sensibilidade e pela utopia. PASSOU A ÉPOCA DE ESCREVERMOS E GUARDAR NA GAVETA NOSSAS CRIAÇÕES DEPOIS DOS MAIS PRÓXIMOS FINGIREM TER LIDO PARA NOS AGRADAR. Através do meu blog quero aprensentar-lhes a video-poesia, que usa várias linguagens de uma só feita, a serviço do texto. Se gostar divulgue e compartilhe com os seus contatos. Acessar em:

www.valdecyalves.blogspot.com